top of page
Ressurgir.jpg
angelita3.jpg

Angela Fernandes 

Angela Fernandes é brasileira, mas vive na Ilha de São Miguel, em Portugal. A pesquisa da artista possui dois fios condutores principais, que se reconhecem. Um caminho se dá pela construção de obras abstratas que evocam a natureza, e o outro por obras figurativas que têm em comum a devoção ao teatro. Afinal, essa ciência tem suma importância em sua vida. Os suportes dos trabalhos variam entre pintura, escultura e instalação. 

 

Ao se mudar para a Ilha de São Miguel, a artista pôde desfrutar de novas paisagens e novos recortes naturais, o que a impulsionou a utilizar a memória como ferramenta para recriar esses cenários de maneira singular. Ela refaz vistas a partir da sobreposição e retirada de camadas de tinta. A ausência, o que falta, conduz a construção da imagem. Contudo, nessas séries ela não utiliza pincéis, ironicamente executa a pintura por meio de objetos pontiagudos, como espátulas e facas. Ao mesmo tempo, a artista também faz o contrário, pinta galhos próprios da natureza e os transforma em espécie de esculturas. 

 

Nessa coreografia intuitiva, as obras comunicam desordem, assim como na natureza. Para existir vida, o caos é necessário, são muitos caminhos e fluxos que se atravessam para o sistema da natureza ter êxito, dentro dessa esfera, existe a complexidade da espécie humana, assunto que a artista também tangencia. Em suas obras, o que Angela vê e o que ela sente se encontram, (re)construindo novos horizontes. 

 

No outro viés da produção, a artista visual, que também é atriz, concebe obras figurativas que se tornam grandes cenas. Ela evidencia sua devoção ao teatro a partir da série “ O bem e o mal”, que se constitui por três pinturas. Nelas, são construídas narrativas independentes e submetidas utilizando cores frias e formas ímpares, nas quais a artista bebe, com parcimônia, da mesma fonte de Pablo Picasso. 

Beatriz Segatto Grecco

ENGLISH VERSION - CLICK HERE

Artista Plástica

Exposições

 

2022/23   Origem- Studio Angela Fernandes, Curadoria- Ana Feijó / Ponta Delgada PT

2022         In-Between- Hotel do Colégio, Curadoria- Ana Feijó / Ponta Delgada PT

2019         Natureza Viva- Galeria Tribo, Curadoria- Rogerio Martins / São Paulo BR

2019         Intervenções Submersas, Sesc Pompeia, Curadoria- C.Teatro ‘’Velha Companhia’’ São Paulo BR

2017/18   Despir-se e Vestir-se- P. Literária da Consolação, Curadoria- Anna Guerra e Adriana Guidolin / São Paulo BR

2017         Estranhas Entranhas, Espaço Elevado, Curadoria- Anna Guerra / São Paulo BR


Festivais
 

2022              Walk&TalkAzores    Arts Festival-Open Studio -Studio Angela Fernandes / Ponta Delgada PT  

                     

2021              Walk&talkAzores     Arts Festival-Open Studio -Studio Angela Fernandes / Ponta Delgada PT


Coletivas

 

2023           Uma Certa Enciclopédia, Galeria Tato - Curadoria Icaro Ferraz e Nancy Betts / São Paulo BR

2023           Elas, Delas e Por Elas - Inn Gallery - Curadoria Flávia Coelho e Carmen Pousada / Madri ES

 

2023           Grau Zero, Galeria Tato - Curadoria Icaro Ferraz e Nancy Betts / São Paulo BR
 

2020          Como se Faz uma Tribo, Galeria Tribo / São Paulo BR

2019            2º Mostra de Artistas da Tribo, Galeria Tribo, Curadoria- Rogerio Martins / São Paulo BR

2019            Inferno de Nós, Passagem Literária da Consolação, Angela Fernandes e Fabio Benetti / São Paulo BR  

    

2018            Artes Plásticas Novos Talentos, Escola Panamericana / São Paulo BR

2018            Amigos da Tribo, Galeria Tribo, Curadoria- Rogerio Martins / São Paulo BR

2018            Inconsciência, Galeria Tribo Curadoria- Rogerio Martins / São Paulo BR

2017            Assemblage Panamericana, A casa de Antônio –Escola Panamericana / São Paulo BR

2017            Ready-Made e Outras Coisas- Projeto Estupido, Escola Panamericana / São Paulo BR


Premiações
 

Prêmio de Arte Contemporânea Bunkyo - Categoria Prata / São Paulo BR

Formações
 

Programa Casa Tato 8, 2023 / São Paulo BR

Escola Panamericana — Artes Plásticas, 2019 / São Paulo BR

Atriz

2023          Apresentação do monólogo "Vida - Entre o Verde e a Saudade" nas nove ilhas do Aquipélago dos Açores - Portugal. Direção de Valter Peres e texto de Liliana Cardoso. Organização: Governo dos Açores e AIPA.

 

2019           Em parceria com a Atriz Sandra Corveloni, atuou e produziu seu primeiro espetáculo infantil: “Operetinha do sapato falador”, com direção de Sandra Corveloni. 

2018           Atuou e produziu a peça “Café Azedo” com direção de Einat Fabel.

 

2016           Atuou na peça “Só mais uma” de Dorothy Parker com direção de Einat Fabel.

 

2015           Dirigiu o espetáculo “Antes solteira que mal casada”, inspirado na obra de Martins Pena.

 

2013           Atuou na peça “Doente”, baseada na história de Doente Imaginário de Jean-Baptiste Poquelin Moliére , com direção de Sandra Corveloni.

2011/15    Atuou na peça “L’ilustre Moliére” de 2011 à 2015, peça ganhadora de 4 prêmios Shell.

 

2010         Participou da série “9mm” com direção de Michael Ruman, para o canal Fox em 2010.

 

2009         Atuou na peça “Pedreira das almas” de Jorge Andrade, com direção de Brian Penido Ross, em 2009.

 

2009         Participou da montagem da peça “Histórias são histórias” de Millôr Fernandes, com direção de Brian Penido Ross.

 

2008         Participou da montagem da peça “À margem do desejo”.

 

Oficinas:

Energia da criação – Direção de Eve Doe Bruce - Théatre Du Soleil - 2014

Interpretação para TV – Wolf Maia – 2011.

 

Formações: 

Dublagem - Dubrasil – Hermes Baroli – 2009 / São Paulo, BR.

Wolf Maia Escola de Atores — Artes Cênicas, 2009 / São Paulo BR

bottom of page